ProBem: como conseguir a bolsa?

Última atualização:

Sabia que a PUC Goiás é uma das universidades cadastradas no ProBem, o programa de bolsas da Organização das Voluntárias de Goiás, a OVG? Pois é, você pode fazer o seu curso superior aqui com a gente com bolsa parcial ou integral.

Imagina só: você estudando numa universidade de ponta, com acesso à melhor estrutura de ensino, pesquisa e extensão, com a mensalidade praticamente quitada?

Mas para se candidatar ao benefício, que em breve terá suas inscrições abertas, precisa estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) até 30 de novembro. Os cadastros anteriores a 2019 também precisam ser atualizados.

O CadÚnico é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias vulneráveis, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa parte da população. Para realizar o cadastro é preciso que o responsável familiar procure orientação no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS); Núcleo de Assistência Social (NAS) ou Secretaria de Assistência Social do seu município Para saber mais, clique aqui.

Com funcionam?

As bolsas parciais do ProBem correspondem a 50% do valor da mensalidade, limitados a R$ 650. Já as bolsas integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade, limitados a R$ 1.500.
As bolsas concedidas para os cursos de Medicina ou Odontologia têm seus limites maiores, de R$ 2.900 para parciais e R$ 5.800 para integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos outros cursos.

Perfil do aluno

Detalhe importante: o aluno beneficiado com bolsa parcial do ProBem pode completar a mensalidade com outros benefícios, como o próprio Vestibular Social da PUC Goiás, que garante bolsa de 50% para alunos com renda de até 1 salário e meio por membro da família.

O cadastro no ProBem pode ser anterior a sua aprovação no Vestibular, mas na etapa final você precisará da sua aprovação para conquistar a bolsa.

Para mais informações: clique aqui.

(Com informações da CAD)