Vai rolar intercâmbio sim!

Se o que estava emperrando sua experiência acadêmica no exterior era a vacina contra a Covid-19, então essa matéria é pra você!

Já tinha programado o intercâmbio, mas pensou em desistir porque não completou o esquema de imunização contra a Covid-19? Não precisa mais ficar com cara de emoji triste. A Prefeitura de Goiânia vai antecipar a segunda dose da vacina para quem comprovar que está com intercâmbio programado.

É isso mesmo! Você não leu errado. A pandemia tá aí, é coisa séria, mas se você fizer tudo direitinho e seguir os protocolos recomendados, seus planos de alçar voo Brasil afora podem ser realizar antes do que você imaginava.

O processo é bem simples: você acessa o site da Prefeitura de Goiânia, baixa o formulário específico, preenche, assina, junta a documentação e vai lá no Centro Municipal de Vacinação (CMV), que fica no setor Pedro Ludovico.

Chegou lá, tá tudo ok? Então é só mostrar o braço e esperar a picada e programar a decolagem rumo a uma experiência que, não tenha dúvida, vai ficar para sempre na sua memória.

Só isso? Só! Ah, e claro respeitar os intervalos mínimos entre a primeira e segunda doses que é de 28 dias para a AstraZeneca e de 21 dias para a Pfizer.

Segue o fio da papelada que precisa providenciar para não perder a viagem.

  • 1 – Declaração de Necessidade de Antecipação da Segunda Dose (aquele que você baixa no site.
  • 2 – Junta com os documentos pessoais, comprovante da primeira dose, cópia do comprovante da passagem internacional ou outro comprovante que justifique a situação de excepcionalidade e a declaração.
  • 3 – Leva tudo no Centro Municipal de Vacinação e aí é só fazer a mala e despedir por chamada de vídeo da turma.

E não esquece de fazer as cópias porque a declaração e os documentos que comprovam necessidade de antecipação da dose ficam lá com o pessoal do CMV.

Mais informações, só ir na fonte.

Leia Mais
Na onda da Biologia Marinha