Medicina Veterinária: muito além dos pets

Mostrar todo potencial da profissão do médico veterinário, que cuida dos animais de pequeno porte, mas também dos de grande porte. Este é o desafio da programação virtual lançada pelo curso da PUC Goiás, que começou nesta segunda-feira, 4, na plataforma Microsoft Teams. O objetivo é apresentar para os alunos as diversas possibilidades de atuação do profissional, essencial para a sociedade, que mantém o compromisso com a preservação de espécies e com a indústria alimentícia, além de discutir os desafios na atualidade.

O curso de Medicina Veterinária da PUC Goiás está com inscrições abertas para 120 vagas para ingresso no segundo semestre. Uma oportunidade fazer parte desta realidade e se tornar um médico veterinário. Os interessados podem se inscrever no Vestibular Geral no site vestibular.pucgoias.edu.br. A seleção oferece duas opções de modalidade: provas a partir de junho ou uso das notas do Enem (2012a 2019).

A programação da universidade inclui duas lives por semana sobre a profissão até junho. Foram convidados diferentes profissionais que irão falar de suas carreiras e dar dicas para os participantes. Cada palestra pode ter até 250 participantes. A live de abertura foi realizada pelo médico veterinário Warley Leal Flor, que falou sobre o mercado de atendimento a animais silvestres e exóticos.

Warley trabalha nesta área de sua formação, o que inclui o atendimento de aves, pequenos mamíferos, peixes ornamentais e outros. Hoje o número de aves em cativeiro é maior do que o de felinos, por exemplo. “A medicina de animais selvagens é muito recente no Brasil e está cada vez mais valorizada. Eu me apaixonei desde a graduação”, contou ele para os estudantes da PUC Goiás.

A programação continua nesta quinta-feira, 7 de maio, com o tema Tripnossomíase em Bovinos, que será desenvolvido pelo médico veterinário e professor Welber Lopes. Entre os temas que serão tratados até junho estão Toxoplasmose animal e as implicações na saúde pública, Inspeção de carnes, Caprino e Ovinocultura no Brasil.

Segundo a coordenadora do curso, Maria Ivete de Moura, a programação busca oferecer um panorama da profissão a partir de um diálogo aberto com profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação. É também um atrativo do Regime Letivo Remoto Extraordinário da universidade, que foi adotado em março por causa da pandemia do novo coronavírus.

Oportunidade

O curso tem duração de cinco anos e forma veterinários. O profissional, além de trabalhar com produção animal, bem-estar, também atua na produção de alimentos para humanos, prezando pelo controle sanitário das diferentes espécies animais e pela qualidade dos produtos comestíveis de origem animal. Tem papel importante na saúde pública, com o controle de zoonoses e ação primordial na preservação do meio ambiente, produção sustentável e controle de resíduos. 

Leia Mais
Novos mestres e doutores da PUC: os vencedores da Educação