Em clima de acolhida, estudantes retomam aulas presenciais

Última atualização:

O câmpus está diferente! Os estudantes da PUC Goiás encontraram na manhã desta segunda-feira, 7 de março, os corredores e as salas de aulas repletos de estudantes. Nesse cenário e seguindo todos os protocolos de biossegurança, a PUC Goiás retomou o calendário de aulas 100% presenciais em todos os cursos de graduação, exceto as disciplinas lecionadas em EAD síncrono, que continuam via plataforma Moodle.

Os espaços acadêmicos, que estavam parcialmente vazios devido à pandemia da Covid-19, ganham agora um calor humano. Dessa forma, a semana começou com a oportunidade de reencontrar professores, colegas e, também, de ter acesso à infraestrutura da universidade.

Iniciando o ciclo de retomada, a acadêmica do 8º período de Medicina Veterinária, Amanda Gonçalves Siqueira, foi uma das primeiras alunas a chegar no Câmpus II da instituição, no turno matutino, e comemorou o retorno presencial, após um ano de meio de aulas, em grande parte, remotas.

Alegria do reencontro: acadêmica Amanda Gonçalves Siqueira com a coordenadora do curso de Medicina Veterinária, profa. Maria Ivete de Moura

Ao invés da plataforma virtual, agora ela encontrou o espaço físico onde constrói as relações humanas necessárias para lidar com as demandas da reta final do curso.  

O contato é diferente, podemos procurar o professor depois da aula, nos reunimos no Programa de Orientação Acadêmica (Proa) para estudar. Tem a monitoria presencial, que é muito boa. Enfim, encontrar os amigos, reunir, tirar dúvidas e fazer trabalho em grupo é maravilhoso”, celebrou.

Estudante do curso de Medicina Veterinária terá a oportunidade de concluir o curso de forma presencial

Ao contrário da colega, que teve a oportunidade de ingressar na universidade antes da Covid-19, o aluno Felyphe Feliciano, do 3º período do mesmo curso, começou os estudos no contexto do ensino remoto e agora vai iniciar uma imersão pelos câmpus da PUC.

“Vivemos uma adaptação do remoto para o presencial e os professores estão bem preparados para esta nova forma. Essa proximidade é um incentivo que temos para estudar e dedicar mais aos estudos”, analisou.

Projeto educativo

Se para os estudantes o retorno às aulas presenciais é um ensejo de ter acesso a tudo que a pandemia, temporariamente, afastou, para os professores é a chance de resgatar a essência da missão educativa, como analisa a docente da disciplina de Teologia, profa. Sandra Maria Chaves.

“Podemos transmitir de uma maneira completa, inteira, no sentido não só de conteúdo, como já existia no remoto, como também, de presença. Na formação humana temos essa questão do calor, que só é sentido no físico, na divisão entre os olhares e sorrisos, mesmo que mascarados. É mais um sorriso do olhar. Isso faz uma diferença e vem agregar, porque aglutina as pessoas. Precisamos desses valores empregados na prática”, refletiu.

Acolhida da Reitoria

Além de rever os professores, os estudantes também receberam a visita dos pró-reitores da PUC Goiás em todas as áreas e câmpus.  

A reitora Olga Izilda Ronchi acolheu os alunos na entrada no Bloco S, no Câmpus II, no turno matutino, e de lá peregrinou as salas de aula para partilhar com os calouros e veteranos palavras de incentivo e boas vindas. Ela retornará no Câmpus, às 18 horas, para a mesma experiência.

Em clima de alegria, cuidado e acolhida, a reitora da PUC Goiás, Olga Ronchi, visitou o Câmpus II e dirigiu aos estudantes palavras de incentivo (Foto: Wagmar Alves).

No contexto do retorno 100% presencial, a gestora analisou os desafios encarados pela universidade durante os últimos anos de cenário pandêmico; destacou a importância do ensino remoto, que permitiu a continuidade dos projetos formativos dos estudantes e a conclusão de muitos deles e, por fim, acolheu o início do novo ciclo em clima de cuidado e acolhida.

A reitora Olga também afirmou que a universidade está em sintonia com as discussões pautadas pela Igreja Católica, entre elas, a Campanha da Fraternidade 2002 da CNBB, que discute a temática da Educação e  o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Provérbios 31, 26) e o Pacto Educativo Global, proposto pelo papa Francisco em outubro de 2020.

Leia, abaixo, o recado da reitora à comunidade acadêmica:

“Uma mensagem que deixamos para todos os estudantes, educadores, famílias e, também, para os pais é de confiança. Confiança nos protocolos de biossegurança, na universidade e nos seus educadores, que estão permanentemente vigilantes para que tenhamos as melhores condições sanitárias.

Também, estamos acompanhando todas as tendências que se apontam pelas Secretarias Estadual e Municipal da Saúde (SES e SMS) em relação aos protocolos e ao comportamento da pandemia.

Conclamamos a todos para que venham às aulas e que acreditem fortemente que a universidade está preparada para este momento com protocolos bastante rigorosos e vigilantes para que a vida continue sendo preservada, mas também que a vida estudantil possa ser retomada com alegria, entusiasmo e a convivência que nos torna cada vez mais humanos e plenos”, concluiu.

Cobertura fotográfica: Wagmar Alves