Foto: Wagmar Alves

Aluno bolsista conquista sonho de intercâmbio

Aluno bolsista selecionado para intercâmbio partiu, em janeiro, para experiência inédita em Portugal

Uma história que não pode ser resumida em uma palavra. Superação, dedicação, oportunidade e muita garra marcam a trajetória do aluno de Jornalismo da PUC Goiás Luis Henrique Ribeiro Lima, que está cursando o 3º período da graduação na Universidade do Porto, em Portugal.

Aluno bolsista do Prouni, com 19 anos, ele saiu, pela primeira vez, do Brasil para viver um sonho que virou projeto graças à sua dedicação e aos programas de inclusão da universidade. Luis Henrique foi selecionado pelo programa de benefícios do Santander, que está custeando os estudos e a permanência dele no país estrangeiro. Viajou em janeiro para a nova experiência, que dura até julho.

Filho de um serralheiro e de uma costureira, Luis supera a trajetória familiar. Os pais não concluíram o Ensino Médio, e os três irmãos não ingressaram no Ensino Superior. A família rompe com uma trajetória de falta de acesso a oportunidades, o que foi possível a partir de políticas afirmativas como as bolsas e o financiamento.


Sempre soube que para estudar em uma universidade ou fazer intercâmbio precisaria de bolsa e procurei o caminho para isso”.

Luis Henrique, selecionado pelo programa de benefícios do Santander

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), mais de um terço dos estudantes que concluíram cursos superiores em 2014 são os primeiros da família a entrar em uma instituição de ensino superior. O sucesso de Luis, que sempre foi um estudante dedicado de escola pública, só foi possível por causa das bolsas.

“Sempre soube que para estudar em uma universidade ou fazer intercâmbio precisaria de bolsa e procurei o caminho para isso”, explica Luis, que viu uma equipe de rádio quando criança que o fez se interessar pelo assunto. Junto ao pai fez microfones de brinquedo e passou a entrevistar os vizinhos na rua.

A vocação precisava de uma oportunidade que surgiu com o cursinho preparatório para o Enem, onde ele se destacou e foi premiado como melhor aluno. Na sequência, foi aprovado em três universidades particulares e uma federal e conseguiu a única vaga do Prouni disponível para Jornalismo. A escolha pela PUC Goiás foi baseada nos programas oferecidos pela instituição, em especial o Intercâmbio.

Toda a trajetória acadêmica de Luis Henrique é marcada pela humildade da família e pelo apoio dos pais. Ele começou a trabalhar em 2014, como jovem aprendiz, aos 15 anos de idade. Sempre ajudou no orçamento familiar. Nesse primeiro ano de universidade, trabalhou como estoquista em um mercado próximo de casa, em Aparecida de Goiânia. Com o salário, continuou a ajudar a família e a pagar o transporte e os livros necessários para garantir o estudo.

A jornada de oito horas era cumprida de domingo a domingo com apenas duas folgas por mês até o início de dezembro, quando deixou o trabalho para se preparar para o intercâmbio. Nada disso tira o sorriso do rosto de Luis, que entende que o sacrifício é a única possibilidade de garantir a melhoria de vida para a sua família.

Sua história emocionou professores e colegas, que acabaram apoiando seus estudos e o direcionaram para as oportunidades. “Depois da calourada falei com o coordenador de curso sobre o intercâmbio e me preparei com boas notas para ser selecionado”. Ele faz parte de um grupo de sete beneficiados no último semestre.

Além da comunidade, a história de Luis tocou em especial a mãe Edimer Ribeiro, que depois de mais de 35 anos, voltou a estudar. Ela cursa o Ensino Médio e promete se juntar ao filho no banco da universidade. Enquanto isso se prepara para ficar o maior período longe do caçula.

Serão seis longos meses, com direito a dia das mães, páscoa e o aniversário de 20 anos de Luis fora de casa. Mas ele está certo de que voltará mais preparado para o mercado de trabalho e para a vida adulta. “Vai ser difícil, uma jornada de autoconhecimento. Mas vai valer a pena”. Com o que Luis mostrou até agora, ele promete novamente garantir seu lugar na corrida.

Leia Mais
Vai falar inglês lá no Canadá!