Foto: Ana Paula Abrão

Batalha gastronômica integra calouros e veteranos

Com o início das aulas para todos os estudantes, pode ser natural que ingressantes e veteranos se estranhem nos corredores da universidade, certo? Nada disso! Na PUC Goiás, atividades foram planejadas para fazer com que essa primeira semana seja um momento agradável e proveitoso. Chamou a atenção na noite de hoje, 6, a atividade proposta pelo colegiado de Gastronomia: juntos, veteranos e calouros se dividiram em turmas para transformar o laboratório do curso em uma competição gastronômica como as que se popularizaram na televisão.

A competição inédita ganhou o nome de Esquentando as Panelas – batalha gastronômica, e foi conduzida pela técnica do laboratório juntamente com os professores do curso, que atuaram como jurados. Ao entrarem no laboratório, todos os celulares dos participantes e juízes foram lacrados dentro de uma panela. Em uma hora e meia de prova, os quatro grupos de estudantes tiveram de fazer uma galinhada com ingredientes iguais: alho, cebola, salsinha, arroz, óleo vegetal, um frango inteiro, sal, pimenta do reino, pimenta de cheiro e açafrão da terra. Quatro ingredientes extras foram separados também para sorteio, um para cada grupo: milho, pequi, tomate e guariroba.

“Os alunos veteranos tendem a achar que estão muito melhores, mas nem sempre isso é verdade e quisemos esse despertar. A galinhada é uma receita popular e muito única. De uma pessoa para outra, ela nunca fica igual. Então resolvemos fazer essa brincadeira para, de fato, integrar os meninos”, explicou a coordenadora do curso, professora Cristiane Souza. A atividade, que faz parte da 5ª Semana de Integração, é uma das ações pensadas para que os estudantes e egressos se reúnam, se conheçam e compartilhem momentos juntos antes das atividades acadêmicas de fato mais intensas.

No ano passado, o curso superior de tecnologia em Gastronomia da PUC Goiás se consolidou como o melhor curso superior da área no Estado, após conquistar o conceito preliminar de curso (CPC) 4, em uma escala de 1 a 5, pelo Ministério da Educação.

Leia Mais
Jovens concluem qualificação para empreendedorismo audiovisual na região Leste