Trabalho do curso de Ciências Aeronáuticas traça características do clima em Goiás, visando auxiliar pilotos e garantir voos seguros

Na dia a dia dos aeroportos e dos aeródromos, os pilotos têm uma rotina certa: antes dos voos, devem ir à Sala de Informações Aeronáuticas (AIS, na sigla em inglês) para verificar dados sobre as condições climáticas. Fatores como temperatura e umidade, por exemplo, são decisivos na hora da pilotagem e, se observados, ajudam a garantir uma viagem tranquila e econômica.

No entanto, nem todos os aeroportos têm informações disponíveis. E mais: quando existem, muitas vezes, não ganham tons locais. Afinal, cada região possui caraterísticas próprias, como Goiás. A lacuna na formação dos futuros pilotos despertou o interesse da docente do curso de Ciências Aeronáuticas (CAER) da PUC Goiás, Anna Paula Bechepeche.
Em conjunto com a professora Tamise Araújo da Silva, ela desenvolveu o trabalho O clima de Goiás e sua interferência na aerodinâmica das aeronaves de pequeno e médio porte, ligado ao Núcleo de Pesquisa de Física (NPF). Realizado do segundo semestre de 2013 até o final de 2014, o trabalho contou com o auxílio do acadêmico Wadson Hayler, que hoje cursa o 4º período de Ciências Aeronáuticas.
Por meio de revisão bibliográfica – com base em dados de órgãos como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) – traçou-se as caraterísticas do clima em Goiás. As informações foram relacionadas com a aerodinâmica das aeronaves.

150529---Puc-VC-10-Anna-Paula-Bechepeche-e-Wadson-062

“O piloto deve ter conhecimento prévio sobre o clima onde for voar, pois pode encontrar mudanças repentinas nas condições de tempo. Queremos chamar a atenção para a formação responsável dos aeronautas quanto à segurança”, explica Anna Paula, destacando o caráter inédito do trabalho.

Para Wadson, “o envolvimento com a pesquisa logo no começo do curso amadureceu meu olhar. Hoje, curso a disciplina de metodologia sem dificuldade, pois já conheço métodos de pesquisa e tenho experiência em redação acadêmica”, exemplifica ele, que também é monitor de três disciplinas

pesquisa

Pesquisa

O clima de Goiás e sua interferência na aerodinâmica das aeronaves de pequeno e médio porte, usando como metodologia a revisão bibliográfica.

Objetivos

Fornecer dados e informações sobre as influências que o clima de Goiás pode ter na aviação. Esse conhecimento está diretamente relacionado à segurança e à economia de voo.

Considerações

Antecipar aos pilotos as condições climáticas recorrentes em cada região pode contribuir para a diminuição de estatísticas envolvendo acidentes.

Divulgação

A pesquisa resultou em artigo científico, remetido para avaliação de periódicos da área de Ciências Aeronáuticas.