Fotos: Wagmar Alves

Engenheiros de Produção conquistam espaço no mercado financeiro

Jovem empreendedora, egressa da PUC Goiás, partilha sua experiência em carreira que é nova em Goiás. Área financeira oferece várias oportunidades para os amantes da área de Exatas

Última atualização:
curso
Engenharia de Produção
duração
5 anos
turno
Matutino
vagas
60
Modalidade
Bacharelado (Presencial)

Quando você imagina o dia a dia de um engenheiro de produção, provavelmente deve ver esse profissional atuando em indústrias com a competência de gerir os recursos humanos, financeiros e materiais. Porém, engana-se quem pensa que as oportunidades param por aí! Uma boa notícia para quem se identifica com as disciplinas de Exatas são as oportunidades no mercado financeiro que trazem boa remuneração aos bons (e dedicados) profissionais.

E quando o egresso é oriundo da Engenharia de Produção, esse curso pode colaborar para que o estudante tenha raciocínio lógico e, também, senso crítico necessário para lidar com as demandas do mundo do trabalho, em constante transformação.

Isabela Franco, 24 anos, empreendedora diplomada pela PUC Goiás. Foto: Wagmar Alves

Em busca de qualificação profissional, foi na sua experiência de estágio que a empreendedora Isabela Franco, 24 anos, diplomada pela PUC Goiás, enxergou no mercado financeiro um foco de carreira. Ao fazer consultoria de investimentos para um grupo empresarial, a engenheira de produção pôde conhecer mais sobre esse seguimento e, assim, foi se apaixonando pela área.

“O curso dá um discernimento para analisarmos os tipos de investimento, as oportunidades, custos, qual investimento é bom, então conseguimos olhar para este segmento do mercado financeiro um pouco melhor do que outros profissionais que não estejam na área de Exatas”, analisou a jovem.

Após quatro anos de experiência no segmento financeiro, a engenheira de produção resolveu empreender e trilhar seu próprio caminho: “Fiquei quatro anos lidando com as demandas e dores dos clientes, daí eu percebi que existia uma oportunidade para eu abrir a minha empresa e prestar uma assessoria de investimentos de forma completa”, pontuou a egressa da PUC Goiás.

No seu dia a dia, a empreendedora escuta as demandas dos clientes, traça seu perfil e nível de conhecimento, auxiliando as pessoas a investirem bem, de forma a alcançar seus objetivos de forma mais rápida .

Esse nicho tem atraído engenheiros de produção para atuar em bancos, corretoras e gestoras, que são as empresas que escolhem os ativos que vão rentabilizar fundos de investimento. Na região Sudeste a quantidade de egressos atuando nessa área é notável,mas como observa a egressa, a carreira é nova em Goiás, fato que possibilita para o profissional um campo de trabalho mais amplo.

“É uma área que paga bem, principalmente, na área comercial em que você tem uma remuneração relativa ao valor de carteira que você assessora. Então rende uma remuneração boa e permite que a pessoa saia de Goiás e abra o leque em outros lugares”, analisou.

Coordenadora do curso de Engenharia de Produção na PUC Goiás, a profa. Maria Ximena Vázquez destaca que os egressos estão conquistando seu espaço no mundo do trabalho. “Nós vemos que nossos ex-alunos estão progredindo profissionalmente. Temos um feedback muito positivo das empresas que visitamos e que recebem nossos egressos”, ressaltou.

Dessa forma, o egresso da PUC Goiás se insere no mundo do trabalho com a capacidade de desempenhar atividades aplicadas ao setor de transformação e serviços, realizando o projeto de indústrias, desde as especificações do processo até a análise de viabilidade econômica, com base em conhecimentos relacionados ao uso de tecnologias inovadoras, técnicas e ferramentas em diferentes projetos de engenharia.

De acordo com a Associação Brasileira de Engenharia de Produção (Abepro), os engenheiros de produção podem atuar nessas 10 grandes áreas: logística, processos de produção, pesquisa operacional, engenharia organizacional, econômica, do produto, da qualidade, do trabalho, da sustentabilidade, além da educação em engenharia de produção.

O campo de atuação é amplo e requer dos profissionais a capacidade de identificar e resolver problemas; ter compromisso com ética profissional; habilidade de trabalho em equipe; aprimorar produtos e processos, produzir com eficiência e ao menor custo, dentre outras competências necessárias no dia a dia da Engenharia de Produção.

Conheça o curso

Ligado à Escola de Engenharia, com sede na Área 2 (Praça Universitária), o curso de Engenharia de Produção é oferecido na modalidade bacharelado, no turno matutino, e tem a duração de cinco anos (10 semestres).

Para ingresso, o estudante precisa efetuar inscrição no Vestibular Geral oferecido pela PUC Goiás, realizando a prova convencional no dia determinado pelo edital do processo seletivo ou concorrer a uma vaga usando a nota obtida no Enem. Em ambos os casos o candidato precisa fazer inscrição pelo site vestibular.pucgoias.edu.br. São oferecidas 60 vagas por semestre.

Bolsas e assistência estudantil

O curso também admite o financiamento Pode PUC, de iniciativa institucional, que facilita o pagamento das mensalidades de forma que estudante pague metade das parcelas durante a graduação e a outra metade depois de formado. Além disso, a instituição admite Fies, Prouni e OVG. Durante a graduação, existem outros benefícios com bolsa, os quais o estudante pode desempenhar atividades de monitoria (caso se destaque em alguma disciplina) ou desenvolver um projeto de iniciação científica juntamente a um professor orientador, benefícios que incentivam a permanência do estudante no ensino superior.

Este e outros 43 cursos de graduação fazem parte do Vestibular Geral. E é do seu jeito: faça prova ou use sua nota do Enem.

Leia Mais
Agora vai: saiba como fazer intercâmbio